Coisas que os ginecologistas querem que as mulheres parem de fazer

Profissionais citam costumes de mulheres que acabam atrapalhando o cuidado com a região íntima

O ginecologista procura a todo momento que as suas pacientes mantenham a região íntima saudável. Por isso, muitos citam cuidados que a mulher deve continuar tendo não apenas após uma consulta, mas constantemente. Cuidando com as atitudes citadas pelos profissionais, a paciente pode ter uma melhora na saúde, o que acabará ajudando no trabalho do médico e fará com que a consulta com o “gineco” seja mais proveitosa.

A primeira dica é evitar comer doces, principalmente na época da TPM. O desafio pode ser difícil já que nessa época o corpo da mulher tende a pedir mais carboidratos. No entanto, médicos do Hospital Albert Einsten, de São Paulo, alertam que o índice elevado de carboidratos faz mal para a vagina. A quantidade exagerada aumenta a acidez na região íntima, o que facilita a paciente a ter alguma infecção no local.

Os médicos alertam que durante as relações sexuais, as mulheres devem evitar usar lubrificantes a base de óleo por duas razões. A primeirmeira, é que o óleo pode furar o látex da camisinha, possibilitando a transmissão de alguma doença. A segunda razão é que o uso constante de lubrificante altera o PH da vagina, deixando o órgão propenso a ter candidíase.
A terceira dica é não usar produtos com cheiro na região íntima. O primeiro efeito dos produtos higiênicos é a morte de bactérias saudáveis que vivem na vulva. Sem elas, a vagina fica desprotegida e fica suscetivel a ter infecções ou ainda a pegar alguma doença. Além disso, os produtos cheirosos podem acabar com a defesa natural da região vaginal.
Os ginecologistas também sugerem que as mulheres não realizem a ducha higiênica todos os dias. A prática frequente acaba com a gordura localizada na vulva. A camada lípica, como é conhecida, é responsável pela lubrificação natural da área.
Por último, os especialistas fazem o mais importante alerta: fazer exames com frequência. Muitas mulheres vão as consultas médicas, mas arranjam desculpas ou dão um jeito de escapar dos testes. Os exames são importantes para evitar doenças e até prevenir um câncer, por exemplo.

FONTE: news365.com.br

Compartilhe